quinta-feira, 15 de outubro de 2009

3 - manjar da manhã

o olhar já se refez
da última tempestade
mas ainda permanece
ancorado em teu seio

2 comentários:

Mai disse...

Os brancos lactários da oralidade.
abraços

Karinne Santiago disse...

audaciosa paisagem...