sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

785 - ciranda para um girassol em dezembro

dezembro não tem cor
é ensandecido de verão
o sol obnubila os olhares
há um turbilhão de luz
comendo a paisagem

mesmo quando as águas
se encontram em choque
o mar se desfaz em vagas
o olho remói um pretérito
sereias cantam alvíssaras

dezembro não tem cor
como o corpo em letargia
aguarda afago da ventania
dezembro não tem cor
mas me ocorre um arco-íris

15 comentários:

Tania regina Contreiras disse...

Dezembro dito assim por você, Assis, é um dezembro muito, muito mais bonito do que qualquer outro mês.

Beijos,
P.S. - Hoje pôde ser prece matutina...

Everson Russo disse...

Dezembro sério e os seus mistérios...abraços de bom final de semana.

Andrea de Godoy Neto disse...

esse dezembro de luz comendo a paisagem deixou meu dia mais claro hoje...

vou lá fora sorrir pra ele e ver se ele me sorri de volta

beijo

Mai disse...

"...mesmo quando as águas
se encontram em choque
o mar se desfaz em vagas..."

O todo é belo, Assis, mas estes versos me fisgaram. Talvez porque ele - o mar - se desdobre em si ou se dilate em largura e fundura.

P.S.
Grata pela presença e carinho, viu?

cheiro

Nina Rizzi disse...

dialoga com os dezembros do romério rômulo. já leste? gosto.

um beijo.

dade amorim disse...

O arco-íris ocorre para marcar um momento sem nome mas que nunca se esquece.

Beijo.

Jorge Pimenta disse...

mesmo a preto e branco, cada voz de além-frio aponta à sua primavera. assim é a tua poesia: toca a imortalidade.
abraço e admiração reverencial, assis!

Celso Mendes disse...

todas as cores em tuas palavras de dezembro de arco-íris.

abraço.

MIRZE disse...

Que todas as cores do arco-íris vertam no afago das ventanias

Beijo

das coisas que escorrem da boca... disse...

e arco-íris tem cheiro de pós-ventanias. que resistam os girassóis.
um afago, um beijo e toda saudade que transcende a efemeridade dos dezembros.

Nita disse...

Vim…
Gostei…muito…
Sim, vou voltar...

Um beijo da Nita...
De boa noite:)

Luiza Maciel Nogueira disse...

lindo, tua íris em arcos de cores

ei por favor Assis me mande te endereço no e-mail: tainha21@hotmail.com - por um acaso perdi o envelope que tinha guardado com teu endereço. Por favor hein.

Biejo

teca disse...

Dezembro tem calor... e sabor de fruta no pé.
Beijo.

Daniela Delias disse...

Acho a palavra "dezembro" tão bonita...belo poema ;)

Ingrid disse...

dançar ao som de teus versos..
lindo modo de iniciar Dezembro..
beijos querido..