quinta-feira, 10 de maio de 2012

945 - haikai de vinil


em matéria de poesia
eu leria Leminski
até arranhar o dia

13 comentários:

Everson Russo disse...

Um bom caminho...abraços.

Joelma B. disse...

...na rotação que mandar a pulsação!

beijinho, mestre Assis!

Iara Maria Carvalho disse...

raiando poesia por aqui. das boas.

beijosss

Anônimo disse...

Com uma estrela cadente caindo ainda quente na palma da mão.

Belo HAIKAI

Beijo

M

Sr.Borges disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sr.Borges disse...

esse seu scratch
é de quebrar agulhas
a lá Leminsky

até breve!

Cristiano Marcell disse...

Eu também leria, meu caro!

Muita paz!

Jorge Pimenta disse...

e a rotação seria de luz por 24 horas...

abração!

Vais disse...

amei, Assis
bom demais
:)
o dia a noite a manhã a madrugada...

beijão

LauraAlberto disse...

alguém bebeu uma cerveja e fumou um cigarro em homenagem ao teu haikai, quase de certeza

beijo

Lalo Arias disse...

Poema a altura dos melhores do Leminski. Grande abraço, Assis.

dade amorim disse...

Excelente, Assis.

Beijo.

Cris de Souza disse...

Tô dentro!