domingo, 8 de abril de 2012

913 - rondó de adivinhas para olhos, ouvidos e vozes


eu fico lendo os teus sinais,
esperando nalguma esquina
que tu possas surgir
com teu passo de deusa
e fazer dos meus olhos
um farol de alvíssaras

eu fico lendo os teus sinais
em cada por de sol
na brisa mínima da manhã
neste cheiro que emana
da pele que se queima
na chaga de uma paixão

eu fico lendo os teus sinais
nos sons desesperados
que inundam minhas ruas
por onde passeio atônito
meus passos de peregrino

eu fico lendo os teus sinais
em cada odu de um búzio
na predição das cartas
nos loucos mapas astrais
na direção torta e assustada
dos girassóis ensimesmados

7 comentários:

Zélia Guardiano disse...

Em tudo está escrito, amigo Assis, grande poeta! É seguir fazendo a leitura... Se estiver em versos, passar para prosa.
Abraço bem forte com votos de excelente domingo de páscoa!

Everson Russo disse...

Teus sinais que me devoram em amor e desejos...Feliz Páscoa pra ti e familia meu amigo...abraços.

Lara Amaral disse...

Olhos de sentir, de imaginar; todos os sentidos reunidos num só.

Beijo, bom domingo, querido poeta! =)

Mirze Souza disse...

Tu vens.....tu vens....eu já escuto teus sinais.

Lindo rondó!

Sinais em farol
Sinais de uma paixão
Sinais de peregrino passo
Sinais de ensimesmados girassóis.

Sinais de VIDA!

Beijo

Mirze

Joelma B. disse...

os sinais nos gesticulam o tempo todo, implorando por um olhar...

beijinho com admiração,mestre Assis!

Daniela Delias disse...

"Consta nos astros, nos signos, nos búzios, eu li num anúncio, eu vi no espelho..."

Que bonito...

Bjo, bjo!

dade amorim disse...

Lemos os sinais de alguém necessário.

Beijo beijo.