quinta-feira, 12 de abril de 2012

917 - La ventana de tus ojos


para Lara Amaral

sequioso por velas
empunho o arco
numa breve nota

a guelra respira
por essas janelas
que soçobram

o coração pousa
azul e apascentado
: monocórdico

15 comentários:

Luiza Maciel Nogueira disse...

muito belo Assis, a Lara deve ter adorado!

beijos

Everson Russo disse...

Que esse coração encontre paz nesse azul sereno de vida...abraços de bom dia.

Lara Amaral disse...

Tão lindo! Não me canso de ler... Desde a publicação no facebook, já está lá junto com o outro poema que me dedicou, na minha galeria do Teatro da Vida.

Meus olhos estão escancarados, que se abram todas as janelas.

Beijo carinhoso, querido.

Daniela Delias disse...

Há tanta beleza nesses olhos da Larinha!

Lindo, lindo!!!

Bjos

Lívia Azzi disse...

Os olhos acalmam
feito o diálogo
também falam

Beijinho.

Lívia Azzi disse...

Os olhos acalmam
feito o diálogo
também falam

Beijinho.

Lívia Azzi disse...

Os olhos acalmam
feito o diálogo
também falam

Beijinho.

Lívia Azzi disse...

Os olhos acalmam
feito o diálogo
também falam

Beijinho.

dade amorim disse...

Coração apascentado é uma linda esperança. E meu beijinho pra Lara.

Lídia Borges disse...

Tempestade e bonança numa só nota breve e leve.


Bjs

Primeira Pessoa disse...

assis,
das palavras em espanhol, nenhuma me enche tanto os olhos quanto ventana. escutei a palavra pela primeira vez numa música de silvio rodriguez e achei o trem mais fabuloso desse mundo.

o poema pra larinha é uma bonteza.

beijão,

r.

ps: cada vez que venho aqui tenho vertigem. daqui a pouco é mileum.

Jorge Pimenta disse...

tantos vazios desmultiplicados algures entre a guelra e o coração.

abraço, assis e um beijo en la ventana de los ojos de larinha!

Mirze Souza disse...

Larinha merece sempre.

Belo poema!

Beijo

Mirze

Andrea de Godoy Neto disse...

Poema mais lindo, pra poetisa mais linda...

beijo

Cris de Souza disse...

merecida visão!

beijo ao dois.