segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

837 - sonata devoluta para resquício da alba III

achado fugaz
via efêmera
in vino veritas

10 comentários:

Rejane Martins disse...

novinho em folha! :)

MIRZE disse...

Lindo!

O Pizano vai adorar!

Beijo

Mirze

Everson Russo disse...

E tão rápido se fez...abraços de bom dia.

LauraAlberto disse...

que os copos estejam sempre cheios

abraço

LauraAlberto

Celso Mendes disse...

rápido e inebriante.

abraço.

Tania regina Contreiras disse...

Só me ocorre expressar, lendo o poema, que em teus versos embriagados eu encontro sempre muitas respostas.

Beijos, poeta!

dade amorim disse...

Fugaz é a vida que o vinho revela.

Beijo beijo.

Vais disse...

sequências de sonata preciosa e de alterar sentidos
ainda que nada, um vestígio

beijinho

Jorge Pimenta disse...

ai, os pequenos cadáveres da ausência onde as flores agrestes depõem as raízes...

Cris de Souza disse...

isso mestre! quando menos é mais é assim que se faz.