terça-feira, 31 de janeiro de 2012

845 - suíte para palavras de uma geografia insular

os versos surgem feito nuvens de algodão
se orientam por uns alísios úmidos
e pairam sobre arquipélagos coralinos

11 comentários:

dani carrara disse...

ai que beleza.

(um sorriso)

e eu perdida aqui no meio de tantos mapas,

"geografia insular"

um beijão.

Everson Russo disse...

Os versos são pedaços de alma que voam...abraços de bom dia.

Tania regina Contreiras disse...

LINDO, Assis!

Beijos,

Sr.Borges disse...

as ilhas tropicais dançam galharda num compasso de 3/4entre -3º e 18 °C. Obliquidade carente de um Dolce Stil Nuovo?

Até a próxima, Assis!

Celso Mendes disse...

na geografia da poesia a palavra define o rumo e o clima.

soprou poesia aqui.

abraço.

Samara Bassi disse...

se dispersam feito aceno de mão
e ancoram
em rochedos
como corais
e pedras preciosas.

Meu beijo

Sam

http://apoesiadocotidiano.blogspot.com

Vais disse...

norte, sul
os alísios balouçam os tecidos na janela, mudam as nuvens de lugar e de formas, balouçam as folhas dos coqueiros

a alma mora no coração das tulipas
passa a menina – Cora coral
com seu colar

de conchas de pérolas

beijo

dade amorim disse...

Ganham as ilhas.
Beijo beijo, Assis.

Lídia Borges disse...

Sons e tons paradisíacos.


Um beijo

Jorge Pimenta disse...

e nós cada vez mais ilha, cada vez mais terra parda, cada vez mais instrumento sem plateia...

felicidade clandestina disse...

imensidão no azul.

abraço, Assis - obrigada pela visita :)