domingo, 4 de março de 2012

878 - canção distante de entardecer horizontes

a estrada cega meu pensamento
vagueia em mim tuas léguas
e o cansaço do olhar distraído
atormenta o helianto esquecido

7 comentários:

Nicast disse...

bom descansar o olhar sobre um girassol...

bom dia

MIRZE disse...

Basta um olhar sobre o poema, para entender onde nasce a tormenta.

Belo BELO!

Beijo

Mirze

Everson Russo disse...

Que seja longa a estrada, mas melhor será o abraço da chegada...abraços de boa semana.

Joelma B. disse...

um olhar distraído empobrece o dia!

Beijinho, mestre Assis!

dade amorim disse...

Distâncias distraídas.

Beijo beijo.

Samara Bassi disse...

Um esquecimento,
um entardecer,
uma distância poente
e bela.

Meu beijo,
Sam.

Daniela Delias disse...

Bonito, bonito...
Bjo