terça-feira, 15 de junho de 2010

246 - Suíte para très jasmin


Mesmo se não fora riqueza
O ócio que destino estas horas
Há o feitio do verso que assoma
Há o sonho que me eleva por inteiro
E me desenraíza desta nuvem de fastio

20 comentários:

Zélia Guardiano disse...

Ai, Assis...
Quando eu for poeta quero escrever esses versos!
Grandissíssimo abraço

Luiza M. Nogueira disse...

Jasmin :), flor da alma. O verso que nos oferece sonhos e nos desenraíza do tempo. Atemporal. Surpresas por aqui.

Bjs.

[ rod ] ® disse...

Sonho com um sonho inteiro. Cansei destas metades sem eixos ou sentidos... abs meu caro amigo. Ler-te faz muito bem!

Jefferson Bessa disse...

escrever um verso
como andar para além
de todo fastio.
Um prazer conhecer seu blog.
Abraços.
Jefferson.

Ana SS disse...

:)

Sandra Botelho disse...

Que sejam somente somas os versos que escreves em seus sonhos...
Bjos achocolatados

Jorge Pimenta disse...

o verso e o sonho, duas faces de uma mesma moeda. feliz aquele que sonha e sabe cantar o sonho, como tu, poeta da lira encantada!
um abraço, assis!

Lara Amaral disse...

Ao mais doce poeta, os melhores versos.

Abraço.

Macaires disse...

O sonhos sempre afastam todo o tédio, nos levam onde queremos ir...

Um beijo!

Tania regina Contreiras disse...

O sonho que eleva para além do cotidiano...

abraços, Assis!
Tânia

Júlio Castellain disse...

...
Beleza de letrinhas, Assis.
Meu abraço.
...

Mirze Souza disse...

Trés Jolie!

Jáis vous dit! O poeta apascenta as nuvens, no ócio, na riqueza e no fastio!

Lindo demais!

Beijos

Mirze

Primeira Pessoa disse...

é, poeta costurador de sonhos...
cê num é fácil, não... e ainda temos o sonho que nos eleva, inteiramente...
beijão, assis

Andrea de Godoy Neto disse...

enlevada é como me sinto quando pouso por aqui!

fico aqui pensando, tu deves ser um poço sem fundo de poesia, lirismo, cadência de palavras...
fico encantada como, a cada dia, vertem daí os versos mais lindos

beijos, assis, poeta da lira encantada (como tão bem te denominou o Jorge)!

Anônimo disse...

tava fazendo as contas, se hoje dia 16 de junho é o dia n° 167 do ano, então quando vc completará seu ano antes da gente. que doideira isso.

viu no que dá o ócio? pr'uns poesia, pr'outos nuvens.

beijos da ninaR.

azpeitia disse...

Muy bello lo que escribes, aunque yo soy español, entiendo perfectamente tu hermosa poesía...un abrazo desde la vieja españa de azpeitia

Lou Vilela disse...

Sob a poesia, um mundo de possibilidades...

Beijos

dade amorim disse...

Não há tédio quando se vive de poesia.

Beijo pra você.

Márcia Cristina Lio Magalhães disse...

Lindo!!

bj.

Gerana Damulakis disse...

Vc tá q tá (digo de novo). Belíssimo: "Há o sonho que me eleva por inteiro".