segunda-feira, 25 de abril de 2011

564 - para a noite que me fizeste entender a gênese de estrelas e cometas

eu tinha o passaporte vencido de tantas travessias
mas soubeste domar as intempéries do meu corpo
e com sutis artimanhas de ventre, lábios e mãos
construíste um novo arrebol para amanheceres
puseste em desalinho a paz e sossego das órbitas
até os olhos cansados vazarem em líquido fulgor

14 comentários:

Ira Buscacio disse...

Assis querido,

Noite de renascimento da terra.
Lindo como semente!
Bjão e boa semana

Jorge Pimenta disse...

génesis, astrolábio, rota, viagem em tecidos finos inaugurantes do homem.
abraço, astrónomo de olhar delicado!

Everson Russo disse...

Tão bom se sentir assim,,,domado por alguem,,,por um gesto,,,por um delirio...abraços de boa semana...

Tania regina Contreiras disse...

Que bom que ela existe e vem e doma e muda a rota das coisas!
Salve, poeta Assis! Saudades...
Beijos,

Luiza Maciel Nogueira disse...

um dia quero entender também essa gênese. maravilhoso.

bjs

Lara Amaral disse...

Para a poesia que toca assim, só mesmo quem está com passaporte vencido de crepúsculos e alvoradas.

MIRZE disse...

ASSIS!

Assim é o RE-NASCIMENTO!

Beijos, poeta MIL!

Mirze

Oria Allyahan disse...

Fui à Lua e voltei... preferia ter ficado por lá! Eh que acabei compreendendo a origem das estrelas e cometas...

Abraço!

O.A.

^^

Lívia Azzi disse...

Renovou o documento pelo brilho das estrelas...


;-)

Bípede Falante disse...

Um passaporte vencido é um passaporte para se guardar ou para se jogar fora?
Sabe que eu não sei :)
bjs

Márcia Cristina Lio Magalhães disse...

"puseste em desalinho a paz e sossego das órbitas..."

A tua poesia amigo Assis, des-coordena os astros...

Deixo um beijo...

dade amorim disse...

O amor, alegria e líquidos fulgores de tristeza.
Beijo beijo.

Ingrid disse...

entendimentos e estrelas.
tão lindas noites..
beijo poeta

Rejane Martins disse...

...sobre a sagração de matar um leão por dia e guardar o dente.