sexta-feira, 10 de junho de 2011

610 - Sobre as desmedidas da essência de argila e aço VI

VI

Cores tardias riscam o observar
Sacoleja de ombros o bem-te-vi
Soletra seu canto em tertúlia

A menina zombeteira de saia e riso
Me solfeja sua alegria nos dentes
Sigo cego pronto para o acidente

15 comentários:

Angélica Lins disse...

Seu observar sempre me a(parece)
colorido. =)

Beijo perfumado de flor-angélica.

Celso Mendes disse...

devemos estar sempre preparados para acidentes... (podem ser interessantes). de minha manhã cinza visualizo suas cores do entardecer.

abraço!

Analuz disse...

Poeta atento...

Beijinho de fim de semana, poeta Assis!

Everson Russo disse...

Uma visão poetica e colorida do mundo,,,abraços de bom final de semana pra ti meu amigo.

Wanderley Elian Lima disse...

De peito aberto, cumpra-se o destino.
Abraço

Ribeiro Pedreira disse...

leve como a perfeição dos dias. poema raro de sorriso e cores!

Ribeiro Pedreira disse...

sem pedir licença, postei no meu perfil do facebook.
abraço, meu caro!

Bípede Falante disse...

Cego guiado por risos deve render bons tropeços. Beijos :)

dade amorim disse...

É tanto para se ver...
Beijo, Assis.

Primeira Pessoa disse...

zé de assis,
ando de mal comigo e com o mundo. tá tudo uma agua rala do cacete, mas nao poderia deixar de falar do quanto me envergonho por nao vir aqui, todos os dias, acender uma vela pra voce.

bicho, é foda, essa vida do tamanho que tá, essa estranha e repentina vocação pra montanha russa.
mas, uma hora eu apeio, ou fico aqui em cima, pertinho da sua poesia.

te deixo um beijo meu. e aquele carinho que, cê sabe, não cabe na baia de todos os santos.

evoé!

Ingrid disse...

e deixa-se cair..
que bom..
beijos Assis..

Vais disse...

Olá, Assis,
'Cores tardias riscam o observar'
e num conjunto de versos sobre as desmedidas da essência de argila e aço observo paisagens naturais e forjadas, uma região nascida e outra criada, o cacto e a lâmina, colheita de espantos em espasmos vegetais e a melodia amparando no ar.
É de admirar, moço!
grande abraço

Lara Amaral disse...

Acidente certo, satisfação completa!

Lindíssimo!

Catia Bosso disse...

Cantoria com risos jovens... sempre uma afronta ao bom costume... rsrs

bj.

Luiza Maciel Nogueira disse...

bem te vi Assis
entre versos
de bela candura

bjs