quinta-feira, 30 de junho de 2011

630 - Sobre a urgência e o repentino dos vossos passos (terceira imagem)

Ao tudo que indica girassóis repetem o crepúsculo
Eu repito as palavras em sagrada oferenda
O espelho repete a imagem refletida de um caos
Meus atônitos passos se espalham pelas ruas
Querem cruzar sinais, fazer prece nas esquinas
Enquanto a tarde reclama iridescente por do sol

14 comentários:

Angélica Lins disse...

Impaciente gosto na boca...Coração acelerado.
Tua poesia me acalma.
Hoje, eu preciso mesmo estar aqui.

Luiza Maciel Nogueira disse...

que suavidade em verso Assis, é uma oferenda de silêncio e prece

Beijos

Celso Mendes disse...

belo, lírico, impactante, etc. já me faltam adjetivos para comentar. terei que apelar aos velhos e repetidos (mas, no caso, sinceros) clichês elogiosos.

grande abraço!

Fernand's disse...

acalma os passos...
teus rastros serão encontrados.



=)

bjs, querido.

Jorge Pimenta disse...

oficiamos pores de sol em aras de girassóis, na certeza de que por entre sinais e preces as palavras acendem remissão.
abraço urgente com todos os passos incertos!

Janaina Cruz disse...

Parece que o por do sol traz a calma que nossa alma apetece...

adiministrador disse...

Caro Assis, fico muito grato por ter aceitado o convite e peço que mande seu msn ou e-mail para que eu madne as perguntas no decorrer do tempo(desculpe entrei de ferias e vou viajar) e estou te seguindo para facilitar o contato.Grato Adiministrador

MIRZE disse...

Lindo poema-prece!

Beijo!

Mirze

Wanderley Elian Lima disse...

Nesse momento, os girassóis ficam tristes.
Abraço

Zélia Guardiano disse...

Ai, Assis, meu querido, essa terceira imagem, hora fatal feita de espelhos sádicos...
Abraço da
Zélia

Ingrid disse...

noites que clamam luz e vida..
sempre tão intenso te ler..
beijo querido poeta.

líria porto disse...

"Ao tudo que indica girassóis repetem o crepúsculo"

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

(falar o quê???)
besos

Bípede Falante disse...

As palavras têm a flexibilidade de irem da oferenda à ofensa em um piscar de letras!!
beijos :)

dade amorim disse...

Do quase inesperado.
Bj.