quinta-feira, 23 de setembro de 2010

346 - se não estás tudo passa solidão

o brilho que é vida não anima
a pedra, a planta, o livro vira tinta
a ordem amorfa, o cristal ordinário

o rio não dimana, o sol não inflama
o círculo imperfeito
o existir é só uma circunstancia

17 comentários:

Everson Russo disse...

A solidão devora, faz tudo parecer sem vida e opaco...abraços de bom dia...

Batom e poesias disse...

Eu sei bem como é isso...
Mas você descreve lindamente.
bj

Rossana

Wanderley Elian Lima disse...

E que essa circunstância, dure até que a morte nos separe.
Abração

Ribeiro Pedreira disse...

"a pior morte que existe
é se viver inutilmente"

(Taiguara)

CANTO GERAL DO BRASIL (e outros cantos) disse...

Assis,
O existir é só uma ciscunstância, e teu poema cuida bem disso...

Abraço ordinário,
Ramúcio.

Feeling what the other feels disse...

Estar entre multidões e sentir falta de uma pessoa.Ter um marido ou namorado e se sentir sozinho. Estar com a agenda cheia, muito trabalho, lucro alto, vários convites para festas, qse não te sobra tempo, e vc, sozinho. Não é fácil. Mas tem muitas pessoas nesta condição.
Beijo meu'

Luiza Maciel Nogueira disse...

pois é verdade que o brilho está em cada olhar :)

beijos

Joana Masen disse...

... assim, morre a natureza, escurecem as manhãs e o coração já não pulsa, suspira...

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

o pior é que tudo sempre tende para um cristal ordinário

Eder Asa disse...

O círculo não é perfeito e talvez viver seja uma circuferência rs
Maravilhoso, como sempre (e lei(t)o sempre, também), Assim.

Abraço.

dade amorim disse...

Solidão de verdade não é estar sozinho: é quando falta alguém essencial.

Beijo.

Camila Jornada "Análise do ser" disse...

estou seguindo,muito bom o blog...
abraços!!

Zélia Guardiano disse...

"o existir é só uma circunstãncia"
Coisa mais linda, Assis!
Abraço

Lau Milesi disse...

Assino embaixo. Lindo, Assis. Parabéns!!!
..." o rio não dimana, o sol não inflama","o existir é só uma circunstañcia" são linguagens tão poéticas...e melodiosas. Ando num fase musical...
Beijo

Obrigada pelo "aviso da chegança". A-do-rei!!! :)

ErikaH Azzevedo disse...

É meu lindo.
Sem amor o tudo é resto.
Com amor o resto é tudo.

Bem sei...falta a cor, sobra a dor...

Bjoooo


Erikah

Cris de Souza disse...

Essa sacada é vital...

Mirze Souza disse...

Assis!

A solidão às vezes é a perfeição desconhecida. Ainda!

Belo, poeta 1000!

Beijos

Mirze