terça-feira, 28 de setembro de 2010

351 - Cantata em outro tom para a donzela de olhos raiados

Eu não sei de que caminho cintilante
Teus olhos parecem brotar
Apena fito: rede tênue
Essa atroz impossibilidade de pares

24 comentários:

Lou Vilela disse...

Sua poesia acaricia a alma, Assis.

Abraços,
Lou

Jorge Pimenta disse...

a subtileza dos teus textos está, frequentemente, num detalhe, numa trivialidade, numa singeleza que escapa ao olhar. neste caso, o modelizador "aparente" constrói dois textos distintos: com e sem ele.
brilhante!
um abraço, assis!

Luiza Maciel Nogueira disse...

que lindo Assis, olhos raiados - paixão de olhos fechados

beijo

Eurico disse...

Mesmo em outro tom, os versos cintilam, musicais.

Estás afiadíssimo.


Abç cordial.

lírica disse...

Que beleza Assis!
bejin
Lí:)

Feeling what the other feels disse...

Deste jeito tão seu de ser Assis não resiste nem a impossibilidade de pares, nem os olhos fechados. Beijo e bom dia.

Mai disse...

Em qualquer tom, isso é tão bom...
É acetinado teu poema, teu silêncio, e essa tua voz.

cheiros

nina rizzi disse...

eu adoro os poemas impossíveis. mesmo a afogar. lembra da barcarola?

beijos.

Maria Andrade disse...

vc é grande!

Zélia Guardiano disse...

Lindo, lindo, Assis!
Dá até uma friagem no chacra cardíaco...
Grande abraço, meu grande poeta!

Sandra Botelho disse...

Gostoso de ler e de sentir.
bjos achocolatados

dade amorim disse...

Um de seus poemas deliciosos, esse menino.

Beijo beijo.

Mirze Souza disse...

Falar de olhos que brotam de cintilantes caminhos!

Que beleza, poeta!

Sempre me encanto por estas bandas!

Beijos

Mirze

Lau Milesi disse...

Lindíssimo, Assis. D+ ! Gostoso de se "ouvir". Tão lindo que pode ser "tocado" em 3 ou mais notas (acorde).:)
Beijo

Wanderley Elian Lima disse...

Não precisa entender, basta admirar.
Abração

Ingrid disse...

mesmo em tons, sejam quais forem, tuas palavras fazem cintilar meus olhos!
lindo Assis!
beijo.

Oria Allyahan disse...

Os olhos são mesmo muito instigantes... Admiráveis portais.

Grande abraço!

^^

Eder Asa disse...

Nõ se tem muito a dizer do fabuloso,
Lindo, Assis!

Abraço!

Eder Asa disse...

Nõ se tem muito a dizer do fabuloso,
Lindo, Assis!

Abraço!

Gerana Damulakis disse...

Cintilante! Adorei.

MOISÉS POETA disse...

ate na duvida o poeta escava poesia !

grande abraço , meu velho !

Cris de Souza disse...

sua voz é aveludada...

raridade, meu caro!

Lara Amaral disse...

Dos pares que se juntam para balançar-nos.
Lindo poema!

* Felicidade Clandestina disse...

olhos raiados.


que coisa mais bela e suave para se ler hoje.


abraços meu caro.