quarta-feira, 18 de maio de 2011

587 - Poema para os eus que invadem minhas narinas

Deito em teu mundo perfeito
Nele ouso fazer acrobacias
Não no meu
É iminente o risco de cair
Mesmo deitado assim
Com mãos flutuando ao peito

No teu modo de mundo perfeito
Voam trapézios nossos ossos
Entre o escafoide e o metacarpo
A lã corrói o aço
Não no meu
Qualquer esboço é fracasso

Preso em teu mundo perfeito
Apenso ao alto desfiladeiro
Há calma e paz
Mesmo cruficado de ais
Não no meu
Cujo sossego é letal

17 comentários:

Sandra disse...

meu mundo, perfeito vazio!
Beijinho

Everson Russo disse...

Esse mundo que trafega amor,,,que conquista alma e coração..abraços de bom dia.

Celso Mendes disse...

entre o escafóide e o metacarpo cabem infinitas palavras e poesia...

abraço!

Wanderley Elian Lima disse...

As vezes quando nos arriscamos em outros mundos, somos mais felizes.
Abraço

Cris de Souza disse...

es-pe-tá-cu-lo!

me espanta tua tamanha inspiração.

beijo, mestre.

Luiza Maciel Nogueira disse...

adorei o título, é uns eus outros/ lembrou me Fernando Pessoa :)

bjs

MIRZE disse...

ASSIS!

Esse mundo perfeito para um e imperfeito para outro, não vale.

Belíssimo poema!

Beijos, poeta MIL!

Mirze

Lídia Borges disse...

Dois um, um olhar,
um universo
com frente e verso...


L.B.

Nilson disse...

Lá e cá: esses eus que se confundem! Ainda lá e cá: te agradeço pela visita ao Blag e fico grato por dialogar nesse idioma da poesia. Impressionado tb com a empreitada: 1001 poemas assim, dessa lavra. Fantástica missão!!

Analuz disse...

Admiráveis imensas ideias... as tuas!

Beijinho, Assis!

dade amorim disse...

O bom dos poemas são essas elipses que você cria com suas imagens.

Beijo beijo.

Daniela Delias disse...

Minha vida doida, corrida, não tá achando o tempo de estar mais perto...e que falta isso me faz! Hoje foi madrugada de ler vc.!
Bjos, mtos.

Loba disse...

tb no meu, o sossego é letal. gosto não!
beijo!

Bípede Falante disse...

Assis, que título incrível!!!

Jorge Pimenta disse...

poema anatomicamente perfeito.
abraço e olores, caro amigo!

LauraAlberto disse...

lindo!
qual o casaco que vestir?

Beijo

Laura

Ingrid disse...

o ar que respiras invade e agita qualquer sossego.
beijo querido Assis