segunda-feira, 30 de maio de 2011

599 - suíte suicida para almíscar, pele e escarpas

adoro a superfície dos teus pezinhos escandinavos
eles me pisam numa orgia tão delicada
eles me atenuam dos graves scarpins

11 comentários:

Sandra disse...

Leio, entranho, levo, mas não sei o que deixar. Fico tão minúscula perante a grandeza de suas palavras.
Beijo

Everson Russo disse...

Interessante essa orgia tão delicada,,,,abraços de bom dia pra ti meu amigo.

Analuz disse...

Fico sem poder entrar aqui e quando volto encontro um punhado de novos poemas... leio todos...Meço o tempo pelo número de teus posts... já se foram mais 100 dias!

Beijinho, Assis!

Jorge Pimenta disse...

na tua escrita nunca sei se as balas são de pólvora ou de pétalas de flores... a delicadeza fez morada no teu punho, poeta.
abraço almiscarado!

dade amorim disse...

Adoro essas metáforas.
E estamos chegando ao 600!

Parabéns.

Ingrid disse...

perfuram e fazem gemer..
beijos Assis.. boa semana!

Luiza Maciel Nogueira disse...

pezinhos de princesa, percorrem em delicadeza esse poema

beijos

AFRICA EM POESIA disse...

VIM deixar um beijo
e...poesia




INSPIRAÇÃO



A vida inspira-nos...

Ao Amor...

Ao querer...

Ao estar...

E nesta inspiração...

Ficamos...

Mais ricos...

Mais leves

Mais esperançados...


Por isso inspiro-me...

E sinto que...

Valeu a pena...

Pois assim...

Sinto-me feliz...


E com inspiração...


O mundo rola...

O mundo brilha...

O mundo deixa-me

Um presente de inspiração...

Uma cesta

Cheia de Paz...

De amizade...

E de amigos...


Por isso eu...

Continuo inspirar-me!



LILI LARANJO

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Assis
Fetiche é fetiche, cada um tem o seu.
Abração

MIRZE disse...

Belo, ASSIS!

Beijos, poeta MIL!

Mirze

LauraAlberto disse...

sente-se o odor suave do almmícar nas rochas aguçadas
Beijo
LauraAlberto