segunda-feira, 5 de julho de 2010

266 - poema de súbito clamor

Não, não quero salvação
Hoje vim florir sorrisos em tua mão
Depositar o cálice e o vinho
Fazer dádiva de todo meu corpo
De ti espero em mortes lentas
Em augúrio e agonias infindáveis
Hoje vim florir sorrisos em tua mão

17 comentários:

Luiza Maciel Nogueira disse...

florir sorrisos nas mãos, linda imagem.

Beijo.

ErikaH Azzevedo disse...

Florir sorrisos em sua mão...

Lindo isso menino.
O amor tem seus milagres....e a poesia de quem ama tb

Bjinhos

Erikah

Everson Russo disse...

Um clamor forte de amor,,,,a busca da serenidade do ser...abraços de boa semana.

Marcantonio disse...

Ofertório de súbito amor. Sorrisos tácteis.

Abração!

Tania regina Contreiras disse...

Um jardim suspenso nas mãos: que belo, heim?

Abraços, Assis,
Tânia

Andrea de Godoy Neto disse...

lindo clamor de amor esse, com mãos floridas de sorrisos.

com estes versos, fizeste florir sorrisos também em muitos rostos

beijo,assis!

líria porto disse...

fosse tu parava de enumerar estes ótimos poemas - fico tão aflita... besos

Eder Asa disse...

HAHA'
Verdade, não é Líria?
Dá um medo de chegar rápido aos 1001... Que demore!
E que até lá florei muitos sorrisos em seus versos (e em nossas mãos...

Lara Amaral disse...

É bom poder esperar só isso às vezes.
=)

Abraço.

Jorge Pimenta disse...

tudo dar sabendo nada esperar. venho florir um aplauso na tua mão, poeta!

Insana disse...

Que o sussurrar do vento te deixe pleno.

bjs
Insana

nina rizzi disse...

arroz deu cacho e ocê froriô: mio na paia e coração cheio d'amorrrr.

beijos.

Vanessa Souza Moraes disse...

Esperar é morrer um pouco.

Úrsula Avner disse...

Olá poeta,

lindas imagens poéticas em seus versos... Florir sorrisos na mão traduz o poema como um todo. Um abraço,

Úrsula

Gerana Damulakis disse...

Uma especial nota romântica: "Hoje vim florir sorrisos em tua mão".

Mirze Souza disse...

Bela imagem, Assis!

Nem precisa de salvação!

Beijos

Mirze

Endim Mawess disse...

jogue esse calice de vinho por sobre o corpo.