segunda-feira, 12 de julho de 2010

273 - improviso para o dia raiando

Curvo-me ao instante de pássaro
Esqueço-me das asas e das fugas
Rendo-me a armadilha do canto

20 comentários:

Everson Russo disse...

E me entrego a plenitude do amor,,,belos seus versos...abraços de boa semana.

Ribeiro Pedreira disse...

o canto voa sem fugas.

Marcantonio disse...

Como o dia hoje parecia ainda não haver raiado para mim, juro que li esse poema como uma aurora. Sorri.
Sei que todas as aves têm asas. Mas nem todas cantam. As que cantam têm três asas.

Grande abraço.

Jorge Pimenta disse...

e de repente o pássaro trocou as asas pela cauda escamada e, num canto de um pio só, estremeceu mastros e vontadess. nem o algodão nos ouvidos ou os gritos de desepero na voz o pivaram da maior da tentações: o amor. nunca mais soube cantar...
um abraço, poeta!

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

cantos e asas duas coisas que possibilita o voo, no entanto também o abismo do voo cego, do amor cego

Mulher na Polícia disse...

Adoro passarear por aqui.

Beijo bom.

Zélia Guardiano disse...

Lindeza grande demais, Assis!!!
Lindeza que não tem jeito de medir...
Enorme abraço, meu querido

Lara Amaral disse...

Que beleza raiar assim!

Sandra Botelho disse...

Belissimos versos..Um canto em palavras que encantam.
Bjos achocolatados

Luiza Maciel Nogueira disse...

cantas versos de ar, pássaro que se rende ao vento.

beijo

Tania regina Contreiras disse...

Eu me rendo ao amanhecer, Assis. Vou junto nessa!
Abraços

Insana disse...

rendo-me as suas palavras.

bjs
Insana

Ana SS disse...

ótima coisa para se render.

Gerana Damulakis disse...

Beleza ímpar. Versos cada vez mais belos, cada vez mais intensos...

Mirze Souza disse...

POETA!

Demais! Curvar-se ao Instante do pássaro.....

Uma imagem poética fascinante!

Beijos

Mirze

Everson Russo disse...

Abraço de bom dia,

Márcia Cristina Lio Magalhães disse...

...Bato asas...

bj.

Até quem não sabe voar, vira passarinho nos teus versos...

dade amorim disse...

A armadilha do encanto...

Andrea de Godoy Neto disse...

e o canto encanta o mundo...

beijos, assis

Mai disse...

E, atentamente, eu ouço e não dou nenhum 'pio'.

Sshhhh...
cheiros silenciosos.