segunda-feira, 23 de agosto de 2010

315 - A minha realeza são teus olhos


Vívida rua de alumbramentos

16 comentários:

Mai disse...

Olhares espelhados. Há ouro no olhar do guri...
E aqueles dois sóis não são miragem.
Há olhos que chegam a gemem quando mastigam.

cheiros e sorrisos

nina rizzi disse...

e pétalas
: a casa azul de chagall.

e a gente que arde, eu, vc,
ellenizados.

beijos.

Everson Russo disse...

Olhos que refletem alma...abraços.

putas resolutas disse...

olhos são espelhos
besos

Lívia Azzi disse...

Suave, reflexiva e doce visão!

Um beijo!

Tania regina Contreiras disse...

A minha realeza são teus olhos: já é este um poema inteiro, Assis...
Beijos

Mirze Souza disse...

Assis!

Nem todos enxergam "os Olhos"!

Perfeição e poesia!

Beijos

Mirze

Lara Amaral disse...

se essa rua fosse minha...

Zélia Guardiano disse...

Aproveitando o mote da Lara:
Esta rua já está ladrilhada com pedrinhas de diamante...
Abraço, Assis!!!

Cris de Souza disse...

... só pra ver, só pra ver o Assis passar.

Brilhante, beijos poeta de mil olhares!

Luiza Maciel Nogueira disse...

ah tão lindo, romantesco

:)

bjs

Insana disse...

Lindo


bjs
Insana

Eder Asa disse...

Rua dos bobos, número 0

Abraços Assis!

Gerana Damulakis disse...

Alumbramento bandeiriano.

Everson Russo disse...

Abraços de bom dia amigo.

J.F. de Souza disse...

nos olhos
de quem vê
algo que não passa despercebido
assim